Screen Shot 2021-03-04 at 12.13.35.png

Olá, eu sou Samira Campos, brasileira, e nômade de coração.

Bem-vinda ao universo étnico, ético, lofty e boho da ethne.

 

A ethne é o resultado de um sonho, do desejo de viajar para os cantos mais exóticos do mundo, de uma paixão por tecidos e uma vontade de me conectar com artesãos qualificados e talentosos dos quatro cantos do planeta. 

IMG_4226-min_edited.jpg

Por mais de 30 anos, trabalhei como jornalista para a TV Globo no sul do Brasil, entrevistando renomados designers do mundo da moda. 

A grande reviravolta da minha vida aconteceu depois de uma visita ao museu do Block Print em Jaipur, na Índia. A paixão foi imediata. Caí de amores pela técnica ancestral da estamparia feita com carimbos de madeira.

Lançada em setembro de 2017, ethne significa

nações estrangeiras, em grego.

 

Achei que a palavra era perfeita para começar a desenvolver as minhas próprias criações e descobrir o mundo.

IMG_1915-min_edited.jpg
_MG_8176-min_edited.jpg
IMG_5043-min_edited_edited.jpg

Do block printing ao tear manual, do trabalho com tramas de palhas ao macramê, do bordado à mão aos tingimentos como shibori e tie dye, a ethne trabalha hoje diretamente com mais de 500 artesãos das mais variadas etnias.

 

São block printers do Rajastão, na Índia, artesãos da ráfia e da seda de cactos do Marrocos, tecelões do Mali, na África, artesãos e indígenas brasileiros que fazem acessórios com palha de piaçava, toquilleras do Equador fazendo chapéus, bolsas e muito mais.

 

Sou apaixonada por caftans e vestidos no estilo boho. Tudo no espírito free size. Em levíssimos algodões malmal, em pura seda mulberry ou em ikats feitos em tear manual, desejo trazer para você esses tecidos incríveis feitos por habilidosos artesãos, ajudando a perpetuar suas técnicas numa marca que respira criatividade, cor, mix de culturas e boas energias. 

Peças feitas à mão com fibras naturais. Design que renova antigas tradições.

 

Com amor, Samira Campos.